O ágil na visão do Scrum Master

outubro 24, 2016 4:00 pm Publicado por Deixe um comentário

Em agosto, realizamos na Concrete Solutions, no Rio de Janeiro, o “Scrum Masters on Beer”. Depois do evento, tentei juntar algumas dúvidas sobre ágil que surgiram durante a conversa e discuti com o Carlos Almeida sobre elas. Neste artigo, vamos abordar alguns pontos e dar a resposta na nossa visão de Scrum Master.

“Para ser ágil é só usar Scrum? Deve ser fácil”

Não, Scrum NÃO é sinônimo de ágil. Utilizar o framework não torna uma organização ágil.

Muitas pessoas começam o desenvolvimento ágil de produtos forçando o uso do Scrum por crer que ele é o ideal e, mesmo percebendo que estão tendo problemas, persistem por desconhecerem outras formas de desenvolvimento ágil.

Se você que está lendo isso e se sente dessa forma, pare, pense e reflita: “será que o Scrum é o melhor para o seu produto e para sua organização?”. Caso chegue à conclusão de que não seja, mude. O ágil vai muito do pensamento e de como agir na evolução do produto e das pessoas. O manifesto ágil é a prova de que ser ágil é agir e mudar e não usar um framework só porque o vizinho usa.

“O que é ser ágil?”

Ser ágil não significa SOMENTE ser mais rápido.

“Oi? Como? Mas, mas, mas…”

Nos modelos tradicionais de desenvolvimento há uma data de entrega de uma funcionalidade ou parte dela. Imagine que um desenvolvedor diga que entrega determinada parte em uma semana, mas ela é instável e não dá retorno de valor.  Ele foi rápido, certo? Mas essa semana se resumiu em desperdício de tempo e dinheiro, porque o que foi feito não tinha qualidade nem valor.

Ser ágil, mais do que ser rápido, é diminuir os riscos, buscar maior qualidade e valor no que está sendo feito e realizar avaliações constantes e imediatas à entrega do produto. Resumindo em uma única frase e em um título de livro, ágil é: “a arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo”.

“E como posso fazer essa transição?”

image00-1

Nenhuma transição é simples. Mudar um armário de cozinha pode demorar bastante tempo, imaginem mudar a cultura de uma organização inteira, independente do tamanho?

É preciso começar devagar: um projeto pequeno, treinar as pessoas, identificar os Scrum Masters e os Product Owners… Mas antes de tudo, é preciso questionar se o Scrum é a opção certa para sua empresa. Talvez haja a necessidade de usar outra forma de desenvolvimento, como XP, Lean, Kanban etc.

O livro Agile Project Management with Scrum, de Ken Schwaber, exemplifica essa transição em algumas organizações que ele foi convidado para guiar.

Espero que esse texto tenha ajudado alguém e resolvido dúvidas comuns aos que usam, gostam e aos curiosos de ágil e Scrum.

Ainda tem alguma questão? Use o campo abaixo. Até a próxima o/

***

Artigo publicado originalmente em: http://www.concretesolutions.com.br/2016/10/10/o-agil-na-visao-do-scrum-master/

Mensagem do anunciante:

Graças ao aumento da adoção de métodos ágeis, a procura por profissionais capacitados aumentou. Adapte-se para esse novo mundo, venha capacitar-se com a gente.

Source: IMasters

Categorizados em:

Este artigo foi escrito pormajor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *